Notícias
As inundações registradas desde dezembro deixaram até o momento 84 mortos, 111.098 desabrigados e 666.534 atingidos. O papa Francisco enviou ao Peru uma doação de US$ 100 mil "como expressão de seu carinho e proximidade com os afetados" pelas chuvas e inundações que causaram, até o momento, 84 mortes e mais de 111 mil desabrigados, informou nesta sexta-feira (24) a Conferência Episcopal Peruana (CEP). De acordo com um comunicado da CEP, a doação foi remitida do Dicastério para o Serviço do Desenvolvimento Humano Integral para ser distribuída por intermédio da Caritas do Peru. "Com este gesto significativo de preocupação paternal, o papa Francisco acompanha a dor de milhares de irmãos que sofrem em consequência dos embates da natureza", acrescentou a CEP. A Conferência Episcopal Peruana agradeceu ao papa "em nome de todos os peruanos e especialmente dos atingidos... por sua oração e por seu gesto de proximidade efetiva para com…
Compartilhar nas redes sociais:
De acordo com o Banco Central, brasileiros gastaram US$ 2,93 bilhões no exterior no 1º bimestre, contra US$ 1,68 bilhão no mesmo período de 2016. As despesas de brasileiros no exterior subiram 75% no primeiro bimestre deste ano, para R$ 2,93 bilhões, segundo informações divulgadas pelo Banco Central nesta sexta-feira (24). Em janeiro e fevereiro de 2016, haviam somado US$ 1,68 bilhão. O aumento de gastos de brasileiros lá fora coincide com a desvalorização da moeda norte-americana, o que barateia, por exemplo, gastos com hotéis e passagens no exterior, que são cotados em moedas estrangeiras. Esse movimento ocorre apesar de a economia brasileira ainda sentir os efeitos da recessão, como desemprego e endividamento altos. No mês passado, o dólar registrou alta de 2% e terminou fevereiro cotado a R$ 3,11. Mesmo assim, ainda ficou bem mais barato do que nos dois primeiros meses de 2016 - quando oscilou ao redor…
Compartilhar nas redes sociais:
Um dos maiores mercados para a carne brasileira, Hong Kong já havia proibido no início da semana as importações de carne do Brasil. Hong Kong anunciou nesta sexta-feira (24) que retirará do mercado a carne brasileira supostamente adulterada e procedente dos 21 estabelecimentos investigados na operação Carne Fraca. A informação foi confirmada pelo Ministério da Agricultura. Um dos maiores mercados para a carne brasileira, Hong Kong já havia proibido no início da semana as importações de carne do Brasil, assim como a China continental. As autoridades afirmam que as exportações caíram de US$ 63 milhões diários a apenas US$ 74.000 após a operação da Polícia Federal. O secretário de Saúde de Hong Kong, Ko Wing-man, anunciou a "retirada completa" de toda a "carne fresca, congelada e de ave" importada das fábricas no centro da crise. "Não pudemos eliminar completamente os perigos ocultos em termos de segurança alimentar", disse Ko aos…
Compartilhar nas redes sociais:
Texto é igual a um compartilhado no ano passado sobre vacina contra o H1N1. Ministério da Saúde diz que vacinas são 'seguras e eficazes'. Circula pelo Facebook uma notícia com o título 'Depois de vacinarem 40 mi de pessoas descobriram que a vacina da febre amarela é um veneno mortal'. Ela é falsa. Segundo a notícia, que já teve milhares de compartilhamentos, a vacina ataca diretamente o sistema nervoso e causa problemas de respiração, paralisia e pode levar até a morte. A notícia diz que já houve 500 casos confirmados de efeitos secundários da febre amarela, incapacitando centenas de brasileiros. O Ministério da Saúde nega e diz que a vacina é segura. O texto 'viral' é praticamente igual ao que foi divulgado e compartilhado nas redes sociais no ano passado, referindo-se à vacina contra o vírus H1N1. Apenas algumas partes foram modificadas e outras, adaptadas."Vários médicos, farmacêuticas e meios de…
Compartilhar nas redes sociais:
Alguns países estão exigindo que viajantes procedentes do Brasil tenham sido vacinados contra a doença. É necessário apresentar certificado de vacinação. Devido ao surto de febre amarela em alguns estados brasileiros, alguns países estão exigindo que viajantes procedentes do Brasil tenham sido vacinados contra a doença. Até o momento, segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), Panamá, Nicarágua, Venezuela, Costa Rica, Equador e Cuba foram os países que alteraram o status de exigência em relação ao Brasil. Esses países passaram a exigir o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP) contra a febre amarela para todos os viajantes acima de nove meses de idade procedentes do Brasil, inclusive viajantes que fizerem conexão por mais de 12 horas. Devido à exigência, os viajantes que partirem do Brasil com destino a esses países deverão apresentar CIVP válido, isto é, com registro de vacinação contra…
Compartilhar nas redes sociais:
Página 8 de 9

Mais lidas

Filtro por data

« Fevereiro 2018 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28